Universidade Federal do Amazonas

Universidade Federal do Amazonas

Sábado 27 Maio 2017

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA – CED

REGIMENTO DO CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA – CED – aprovado pelo CONSAD

Resolução Nº 010/2007

 

Curso em Gênero e Diversidade

O presente curso de extensão universitária objetiva desenvolver atividades investigativas e de ensino no campo da educação pautada na diversidade e enfoque de gênero, com o entendimento que a referida temática surge e atende as demandas de interesse público, principalmente, de educadores e outros profissionais de entidades educativas em geral.

O curso justifica-se pela necessidade de mais atenção e preocupações em curso no mundo das relações interpessoais, da sexualidade sadia, das relações plurais, da diversidade de grupos, pessoas, culturas, além da formação de pessoas educadas e informadas cientificamente, posto que o debate, a análise e a concepção sobre as identidades ou diferenças humanas tem se pautado no senso comum ou quando não, carregadas de preconceito e estereótipos que alimentam o caldo da cultura do desamor, do desrespeito entre homens e mulheres, adultos e crianças, raças, gêneros, etnias.

O curso que privilegia de forma intencional professores e educadores, não se restringe tão somente a esse público , mas considera que outros segmentos e atores sociais podem, a partir do processo de formação entender e agir de forma especializada, nos processos e problemáticas que envolvem a revisão e a reconstrução de verdades e conceitos, construir novos parâmetros sobre a questão da diversidade étnico-racial e sexual, de forma científica, validando assim o conhecimento acerca do tema. A preocupação dos Parâmetros Curriculares Nacionais restringi-se a questões informativas e com uma função transversal nos currículos, assim, se o assunto expandir-se em qualitativas metodologias e mecanismos pedagógicos auxiliares na formação e construção do corpo, do sujeito, da pessoa sexualizada no espaço educativo correto, a relação entre a diversidade na educação há de ser um instrumento de garantia de uma ação feliz, respeitosa e digna.

Também é bom que se diga que, de uma forma geral, as questões referentes a sexualidade humana estão praticamente ausentes currículo da maioria dos currículos dos cursos superiores em nosso país, incluindo-se aí, as faculdades de psicologia ou outros cursos da área da saúde ou da educação. Tudo isso associado a falta de clareza nos conceitos, com uma ignorância quase integral a respeito da legislação, das formas ou métodos de enfrentamento, por exemplo, as violências sexuais, das indagações e angústias dos jovens que deparam com temor e/ou omissão de pais e educadores despreparados nas situações que exigem conhecimento e competência para avaliar, educar, intervir qualitativamente.

O curso apresenta carga horária de 200h distribuída em cinco módulos, da seguinte forma: Módulo I - 25 horas-aula; os Módulos II, III e IV – 35 horas-aula cada; o Módulo V – 30 horas-aula. Além dessas 160 horas on-line, serão considerados também 40 horas de atividades presenciais, que serão desenvolvidas em três encontros. Os módulos, com exceção do último, estão organizados em unidades.

 

Objetivos

Oferecer aos profissionais da rede pública de Educação Básica conhecimentos acerca da promoção, respeito e valorização da diversidade étnico-racial, de orientação sexual e identidade de gênero, colaborando para o enfrentamento da violência sexista, étnico-racial e homofóbica no âmbito das escolas;

Contribuir para a promoção da inclusão digital por intermédio de conteúdos transformadores das culturas discriminatórias de gênero, étnica-racial e de orientação sexual no país;

Desenvolver a capacidade dos/as professores/as da Educação Básica da Rede Pública, em compreender e posicionar-se diante das transformações políticas, econômicas e socioculturais que requerem conhecimento e o respeito à diversidade sociocultural do povo brasileiro e dos povos de todo o mundo – o reconhecimento de que negros e negras, índios e índias, mulheres e homossexuais, entre outros grupos discriminados, devem ser respeitados/as em suas identidades, diferenças e especificidades, por que tal respeito é um direito social inalienável;

Contribuir para a formação de profissionais em educação, em especial professores/as da Educação Básica, capazes de produzir e estimular a produção de alunos e de alunos nas diferentes situações do cotidiano escolar, de forma articulada à proposta pedagógica e a uma concepção interacionista;

Elaborar propostas concretas para utilização dos acervos culturais existentes nos diferentes contextos escolares no desenvolvimento de atividades curriculares nas diferentes áreas do conhecimento;

Desenvolver estratégias de formação do/a professor/a, da autoria e de leitura crítica no aproveitamento dos diferentes recursos pedagógicos, das diferentes mídias;

Incentivar a produção de materiais didáticos de apoio pelos próprios alunos/as dos cursos e o intercâmbio de tais materiais e experiências bem sucedidas, (bem como dificuldades encontradas) entre os cursistas.

 

Curso de Educação em Direitos Humanos

O Curso de Educação em Direitos Humanos visa apoiar a formação de profissionais da educação básica da rede pública de ensino na área de educação em direitos humanos; a produção e publicação de materiais didáticos especializados em direitos humanos para professores/as e estudantes; além da criação de atividades educativas por meio eletrônico utilizando a educação à distância. De um modo específico, o curso tem como finalidade de selecionar e contratar a equipe operacional do projeto ora em tela; desenvolver a formação de tutores para atuarem no curso Educação em Direitos Humanos, que será realizado com 75% da carga horária na modalidade a distancia (EaD); de promover a operacionalização da parafernália tecnológica em cada ponto de execução do curso nos pólos contemplados; de elaborar uma cartilha impressa Didático-Pedagógica para efeito Ensino-Aprendizagem aplicada aos tutores e cursistas e comunidade escolar participante; de produzir recursos gráficos e multimídia para divulgação e realização do curso; formar as turmas nos referidos pólos; desenvolver o programa de formação; realizar supervisão e orientação sistemática durante a realização do programa de formação; e de preparar os relatórios das atividades desenvolvidas. O curso será desenvolvido em 200 horas em (7) sete módulos sendo, 24 horas-aulas presenciais.

O mérito desse curso consiste no fato de capacitar profissionais da Educação em municípios Pólos da Região Amazônica, em Manacapuru, que recebe enormes transformações urbanas com a ponte que liga a Grande Manaus ao vizinho município, e que resulta num enorme fluxo de migrações, e de alguma forma interfere na vida social dessa população; bem como no município de Coari no Médio Solimões, que se urbaniza sob efeito da descoberta do gaz na região do Urucum; e no município de Maués, grande pólo na região do Baixo Amazonas, referência na região Amazônica para o turismo local.

Nessa perspectiva, o curso de Educação em Direitos Humanos, atualiza e capacita os professores enquanto educadores, cujos resultados extremamente positivos,possibilita aos participantes do Curso de adquirem leitura do mundo,das políticas públicos, das áreas temáticas que envolve questões de direitos e deveres no que cerne ã Cidadania, nesse tempo de mudanças e de transformações sociais no âmbito social, econômico e político, impulsionados pela globalização, que requer capacitação no campo da educação.

 

Objetivos

Apoiar a formação de profissionais da educação básica da rede pública de ensino na área de educação em direitos humanos; a produção e publicação de materiais didáticos especializados em direitos humanos para professores/as e estudantes; além da criação de atividades educativas por meio eletrônico utilizando a educação à distância;

  • Promover a operacionalização da estrutura tecnológica em cada ponto de execução do curso nos pólos contemplados;
  • Elaborar uma cartilha impressa Didático-Pedagógica para efeito Ensino-Aprendizagem aplicada aos tutores e cursistas e comunidade escolar participante;
  • Produzir recursos gráficos e multimídia para divulgação e realização do curso;
  • Formar as turmas nos referidos pólos;
  • Desenvolver o programa de formação;
  • Realizar supervisão e orientação sistemática durante a realização do programa de formação;
  • Preparar os relatórios das atividades desenvolvidas.

 

Curso de Licenciatura em Letras – LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais)

O curso de LIBRAS, coordenado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), é realizado em parceria com outras oito universidades federais. Foi especialmente desenhado para atender às especificidades da clientela de formação de profissionais da área da surdez e educação de surdos, com recursos sofisticados para a efetivação da aprendizagem. Esses recursos incluem material didático em formato audiovisual, impresso e digitalizado, especialmente organizado de forma a atender à lógica da Língua Brasileira de Sinais. Incluem também atendimento personalizado de professores especializados, de tutores bilíngües no local (junto aos alunos) e encontros pela videoconferência interativa, garantindo aos alunos o máximo de possibilidades de acesso e interação com professores e colegas, assegurando, assim, resultados significativos de aprendizagem.

 

Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas

A Universidade Federal do Amazonas, por meio do Consórcio Setentrional para Licenciatura em Ciências Biológicas, constituído por Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES). O curso tem por objetivo contribuir para a formação de professores no campo das Ciências Biológicas, cientes de sua condição de cidadãos comprometidos com princípios éticos, inserção histórico-social (dignidade humana, respeito mútuo, responsabilidade, solidariedade), envolvimento com as questões ambientais e compromissos com a sociedade.

 

 Curso de Licenciatura em Educação Física

O curso toma como horizonte teórico e metodológico a imbricação entre os processos e conteúdos de aprendizagem humana com as novas mediações tecnológicas, as quais implicam novas interações e novos processos de ensino e aprendizagem, constituindo os novos mecanismos de “construção do conhecimento” e uma inusitada “ecologia cognitiva”.

Na área de especialidade, a proposta se define pelo Ensino de Educação Física, com Certificação de Profissionais da Educação, nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Tal opção implica desdobramentos que correspondem às finalidades dos aportes da área de Educação Física para a compreensão do processo educativo, definição social, política e técnica da função do Profissional da Educação. Corresponde, também, à compreensão dos mecanismos e processos de formação do sujeito adolescente e jovem, em suas interações sociais, familiares e escolares.

 

Objetivos

A formação no âmbito mais geral deve contemplar as seguintes dimensões do conhecimento:

  1. Relação ser humano – sociedade; 
  2. Biologia do corpo humano; e
  3. Produção do conhecimento científico e tecnológico.

 

Em termos mais específicos, a formação em Educação Física deve abranger as dimensões do conhecimento que identificam o profissional nos seguintes aspectos:

  1. Técnico-instrumental e Culturais do movimento humano; e
  2. Didático-pedagógico.
Text Size

Av. Gal. Rodrigo Octávio, n.º 3000 - Coroado I - CEP: 69077-000
Campus Universitário, Setor Sul, Bloco N - Manaus - AM

Todos os direitos reservados à Coordenação de Tecnologia
Centro de Educação a Distância - CED